Pular para o conteúdo
Voltar

Secretaria de Assistência Social desenvolve projeto para reciclagem de materiais descartáveis

A iniciativa em parceria com Asmat gera inclusão social e econômica para as mais de 46 famílias afiliadas da associação.
Quéren-Hapuque | Setasc-MT

Setasc-MT e Asmats desenvolvem projeto de reciclagem em Cuiabá - Foto por: Jana Pessôa/Setacs-MT
Setasc-MT e Asmats desenvolvem projeto de reciclagem em Cuiabá
A | A

Com a participação de 419 servidores públicos, a Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc-MT), em parceria com Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Mato Grosso Sustentável (Asmats) desenvolve desde o começo do ano o trabalho de coleta seletiva de materiais recicláveis, alinhada com a Agenda Ambiental na Administração Pública.

A A3P é um programa do Ministério do Meio Ambiente que objetiva estimular os órgãos públicos do país a implementarem práticas de sustentabilidade. A ação vem de encontro ao Dia Nacional da Reciclagem, que é celebrado em 5 de junho, mesma data do Dia Mundial do Meio Ambiente, e que leva a conscientização para o controle do desperdício e reaproveitamento dos materiais descartados.  

De acordo com a titular da pasta, Rosamaria de Carvalho, a iniciativa busca proporcionar uma melhoria financeira para as famílias com a doação dos materiais, além de mostrar a importância da reciclagem, que reflete na redução do lixo, gerando inclusão social e econômica para as mais de 46 famílias afiliadas da Asmats.

“A implantação da reciclagem de papéis começou como uma experiência-piloto, que está sendo ampliada aos poucos. A intenção é que as pessoas se sensibilizem da necessidade do trabalho em conjunto e espontaneamente tomem atitude mais sustentável e façam parte o processo”, destacou.

A Pasta fica responsável pela coleta seletiva e o acompanhamento dos resultados, enquanto isso a Associação realiza o recolhimento e o processo de reciclagem. Em cada sala da Secretaria foi colocada uma caixa coletora com o slogan ‘Nem tudo é lixo’ para incentivar os profissionais a realizarem o descarte de todos os resíduos sólidos de papel. Dessa forma, o material recolhido semanalmente chega em melhores condições de serem reaproveitados pelos trabalhadores da associação.

Conforme a presidente da Asmats, Maria Aparecida Nascimento, a associação também promove palestras de conscientização com intuito de incentivar a adesão de outras instituições ao projeto. “A ação agrega renda, porque todos os resíduos são registrados e geram o sustento de famílias. Se todos tiverem essa conscientização, não só nós vamos lucrar mais todo o meio ambiente”, disse.

O mesmo projeto também é realizado na Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) e na Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra).

Papéis

A Associação de Catadores de Materiais Recicláveis de Mato Grosso Sustentável informa que são consideráveis papéis recicláveis os seguintes materiais: papelão, jornal, revistas, papel de fax, papel cartão, envelopes, fotocópias e impressões em geral. Por outro lado, não são considerados recicláveis: papel higiênico, papel toalha, fotografias, papel carbono, etiquetas e adesivos.

Concorrência pública

A Setasc, em  acordo com a lei nº 12305/2010, que institui a Política Nacional de Resíduos Sólidos, em breve fará concorrência pública para atender todas as associações em forma de rodízio para que ninguém fique de fora.

Reutilização

Outro trabalho desenvolvido recentemente pela secretaria é a reutilização de materiais antigos. A secretária da Setasc, Rosamaria de Carvalho, reforça a preocupação da pasta em proporcionar aos servidores um ambiente de trabalho acolhedor e sem custo financeiro.

“Sabemos que o Estado está passando por um período de crise econômica, então resolvemos reutilizar alguns materiais que iriam para o lixo. Para transformar o nosso ambiente de trabalho em um lugar agradável, recuperamos cadeiras, vasos de plantas e até uma porta que seria descartada por estar quebrada, que virou um lindo painel para homenagear as mães servidoras da Setasc”, salientou.

Dia nacional da reciclagem

O Dia Nacional da Reciclagem é celebrado anualmente em 5 de junho. O objetivo desta data é conscientizar as pessoas sobre a importância de coletar, separar e destinar os materiais recicláveis, como embalagens plásticas, cartões, peças eletrônicas, entre outros.

A reciclagem é uma das alternativas para ajudar o meio ambiente a se regenerar e não se desgastar rapidamente. O Dia Nacional da Reciclagem foi criado oficialmente a partir da Lei nº 12.055, de 9 de outubro de 2009.