Pular para o conteúdo
Voltar

Tráfico de pessoas é tema de campanha realizada em Várzea Grande

Ação de prevenção foi realizada no aeroporto e no Trevo do Lagarto, nesta sexta-feira (21.02)
Emerson Cantarelli | Setasc/MT

Tráfico de pessoas é tema de campanha realizada em Várzea Grande - Foto por: Jana Pessôa/Setasc-MT
Tráfico de pessoas é tema de campanha realizada em Várzea Grande
A | A

A Secretaria de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), por meio do Comitê Estadual de Prevenção e Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas (Cetrap-MT), realizou uma blitz educativa alertando a população sobre o crime de tráfico de pessoas, suas modalidades e formas de prevenção.

A iniciativa ocorreu nesta sexta-feira (21.02), em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social de Várzea Grande, propositalmente na véspera do feriadão de Carnaval, período em que há mais incidência do crime.

A ação foi realizada no Aeroporto Internacional Marechal Rondon e no Trevo do Lagarto. Foram distribuídos panfletos com orientações que visam sensibilizar as pessoas sobre as vítimas do tráfico de pessoas.

“Essa campanha é para avisar que o crime acontece em eventos com grande aglomeração de pessoas, tornando-as vulneráveis. Esta ação será realizada nos próximos 15 dias”, disse a coordenadora do Cetrap, Dulce Regina Amorim.

Dulce explica ainda que as pessoas devem ficar atentas com promessas e sempre desconfiar de qualquer proposta generosa, sem referências e com alta remuneração. Ela salienta a necessidade do trabalho de prevenção durante o ano e o fortalecimento das ações no interior do Estado.

“Geralmente, nesses casos, a pessoa é seduzida. Quem oferece esse tipo de trabalho não vem de maneira violenta, vem com uma falsa promessa de emprego ou de casamento. Por isso, o tema deste ano é ‘ Em Várzea Grande o Carnaval é 100 violência doméstica, 100 violência ao idoso, 100 violência de gênero, 100 violência contra PCD, 100 exploração sexual e 100 trabalho infantil ‘”, completou.

A juíza Renata do Carmo Evaristo Parreira, da 9ª Vara Criminal, que participou da ação, reforçou a importância da mobilização, devido ao fluxo intenso nos aeroportos, rodoviárias e estradas.

“Nessa época, muitas pessoas são vítimas desse tipo de tráfico de pessoas. Elas são aliciadas, recebem uma proposta achando que irão levar vantagens e acabam sendo aliciada para o tráfico”, concluiu.  

Canais de atendimento 

Disk 100 Direitos Humanos

Conselho Tutelar 98464-6294 (Centro); 98464 9166 (Jardim Glória), 98464 5766 (Cristo Rei)

Guarda Municipal 153 ou 3688 3107

PRF 191