Pular para o conteúdo
Voltar

“Foi um acontecimento importante e fez a diferença na vida de muitas famílias", afirma secretária de Assistência

Cada detalhe da organização do evento foi acompanhando de perto pela primeira-dama do Estado, Virginia Mendes
Vívian Lessa | Setasc-MT

Casamento Abençoado 2021 - Foto por: Josi Dias
Casamento Abençoado 2021
A | A

Foram os detalhes que fizeram com que o Ginásio Aecim Tocantins, em Cuiabá, fosse transformado em um espaço de realização de sonhos para mais de 1,150 mil casais que participaram do Casamento Abençoado, no domingo (10.10).  Flores, iluminação e tapete vermelho compuseram a decoração do local. A cerimônia emocionou muitos que acompanhavam o casamento presencialmente ou que assistiam pelos canais que transmitiram o evento ao vivo. 

“Foi um acontecimento importante paras muitas famílias e por isso a primeira-dama do Estado, Virginia Mendes, fez questão de garantir aos casais e convidados tudo o que um casamento tem direito como bem-casados, doces e brinde com espumante”, pontuou a secretária de Estado de Assistência Social e Cidadania (Setasc), Rosamaria Carvalho, que coordenou de perto toda a ação.  

Segundo ela, foram semanas de preparação e muito zelo de todos os colaboradores envolvidos. “A primeira-dama visitou muitas vezes o local da cerimônia antes, cuidando de cada detalhe para que tudo saísse perfeito. Tivemos muitas pessoas envolvidas cuidando da decoração e da organização do evento. Só podemos agradecer a equipe da Setasc e todos os demais colaboradores”, disse Rosamaria. 

A secretária adjunta de Cidadania da Setasc, Rosineide Porcionato, lembrou que foram criados grupos em aplicativo de mensagens para que as os noivos e noivas acompanhassem a preparação do casamento. “Foi uma alegria enorme poder vivenciar tudo isso e compartilhar a alegria desses casais. A própria primeira-dama estava nesses grupos acompanhando a ansiedade e expectativa dos participantes”. 

Participaram do casamento os casais com renda total de até três salários mínimos e que são cadastrados no CADÚnico. Além da cerimônia, o Estado custeou todo o processo cartorial para a oficialização da união civil dos inscritos, em parceria com o Tribunal de Justiça, Associação dos Notários e Registradores de Mato Grosso (Anoreg), Defensoria Pública e Ministério Público.